Época Romana

O império romano expande-se para a Península Ibérica no século II a.C., não só para controlarem o mar Mediterrâneo (o grande Mare Nostrum romano), mas também para explorarem os seus importantes recursos minerais (de ouro, prata, ferro, estanho, cinábrio e chumbo) e agro-pecuários (azeite, vinho, cereais e porcos).

romana_01

O novo território peninsular é dividido em três grandes províncias, ficando todo o actual Norte de Portugal incluído na província romana Tarraconense, fundando-se a cidade magna de Bracara Augusta (Braga) como capital dos povos Galaicos do Sul.

romana_02

As principais cidades romanas peninsulares ficam ligadas por uma importante rede de estradas e calçadas, solidamente construídas e regularmente marcadas por marcos miliários, alguns deles ainda hoje existentes no território do Alto Minho.
A partir dos séculos III e IV d.C. começam a florescer as vilas rurais (villas) e o povoamento do território torna-se mais disperso.

romana_03