Um Planeta - Múltiplos Desafios
Revolução Industrial

A Humanidade tem uma história longa. Podemos considerar três momentos marcantes da sua evolução: a revolução agrícola, que permitiu a sedentarização, o estabelecimento de cidades, e o comércio dos excedentes; a revolução industrial, que permitiu a produção em série, o crescimento do comércio internacional e a expansão urbana; e finalmente, a revolução das comunicações, e um mundo global em constante mudança.
A queima de carvão foi o elemento de base que pôs a funcionar as primeiras máquinas a vapor, seja para fins industriais, seja para o transporte de pessoas e mercadorias.

revolucao_industrial

 

Desde as locomotivas a vapor, ícones da revolução industrial oitocentista, até às múltiplas formas de transporte motorizado atuais, a procura de combustíveis e energias nunca mais parou.

Desde o século XVII até aos princípios do século XX todo o processo de industrialização e de desenvolvimento dos sistemas de transportes baseou-se no carvão. Nos finais do século XIX descobriu-se outras potencialidades do processo de queima e de transformação do petróleo, que permitiu, num curto espaço de tempo, desenvolver novas tecnologias e novos produtos, facilitadoras de uma melhor mobilidade e qualidade de vida. Hoje a Humanidade depara-se, todavia, com um novo e emergente desafio.
http://tudoenergia.home.sapo.pt/historia_energia.htm

Os recursos fósseis não são infinitos e os custos ambientais, sociais e económicos da sua exploração são cada vez maiores. Em 1972 o relatório “Há só uma Terra”, do Clube de Roma, alertava para a finitude dos recursos, em 1987 o relatório Bruntland “ O Nosso Futuro Comum” articula essa com a sustentabilidade do Planeta. Temos que transformar os constrangimentos em oportunidades.
http://www.unep.org/